domingo

Repartindo...




Meu partido?…

Eu sou o que sou e sou muitos,
e me reparto entre o repartido das idéias
para me encontrar inteira em idéias várias.

Não me reparto para ser partido.
Sou partido para me repartir.
Não subtraio para somar,
nem somo para subtrair.
Divido para multiplicar
e multiplico para dividir.

Não há partidos partidos.
Há homens e idéias muitas.
Se cada homem é um indivíduo,
cada homem é uma idéia,
cada homem é um partido!

Meu partido é a verdade.
É a certeza de um mundo sem fome,
sem armas, sem preconceitos.

Meu partido não tem nome, -
tem ânima.
E a ela é filiado todo homem?

Meu partido não tem planos ou números.
Tem homens… num mundo mais solidário,
mais humano, mais justo.

Meu partido é a liberdade
de ter ou não ter partido.
Meu partido sou eu,
É a minha consciência em paz.

ju rigoni (1999)


Visite também Fundo de Mim, Medo de Avião, Navegando...

2 comentários:

Francisco de Sousa Vieira Filho disse...

No primeiro olhar lembrou logo Cazuza... "meu partido, é um coração partido..."

Poemas Tecidos disse...

Um poema admirável com "mente aberta" e coração livre.

Abraços.