domingo

Sastisfeito?...



Às vêis a fome é tanta
que nóis tem que se guardá, -
é um sono... uma lerdeza...
que nóis nem sabe expricá!

Inhessa pranta ispinhenta
que brota, sem pedi licença,
do seco do nosso chão,
inté parece uma bença,
do Jésuz, Nosso Sinhô...

Si nóis é o que nóis come,
entonce...
é pru causo da fome
que nóis é mais do que barro...
Pruque nóis é muntio ispinho,
i as vêis...
nóis tumém é frô...

ju rigoni (Anos 80)

Visite também

Fundo de Mim, Medo de Avião, Navegando...

2 comentários:

Poemas Tecidos disse...

Gostei demais! Excelente!

Abraços.

Brasil Desnudo disse...

Oi, Ju!!

Tô me catando entre os tantos seus blogs, pois tenho certeza que te sigo, mas não é poraki ainda..
Vou caminhar entre os espinhos até encontrar o caminho, por onde te sigo Garota? kkk

Bjs

Marcio RJ