domingo

Do Que Eram Vivas Exclamações

.



Os troncos continuam a descer o rio, -

inanimados,

inúteis travessões.



Ninguém fala!?...


ju rigoni (2005)



Visite também

Fundo de Mim, Medo de Avião, Navegando...

2 comentários:

MOISÉS POETA disse...

Madeiras de ¨LEI¨.
fazendo viagens ilicitas...

haja balsas...

beijo!

Eliane F.C.Lima disse...

Continuando aqui o do "Navegando": quem fala é a poeta. E constrói muitas tão "vivas exclamações", que, como as outras, descem o rio do poema em suas estrofes. Descida, agora,já não mais inútil.
Eliane F.C.Lima