domingo

Sentencialismo

Sob o assédio de estranha culpa,

na mente

tatua-se a tragédia do outro;

a dor que poderia ser minha ou sua...


Dor para a qual não há remédio...

 
ju rigoni (1998)


Visite também

Fundo de Mim, Medo de Avião, Navegando...

3 comentários:

Poemas Tecidos disse...

Ju, você sempre com suas poesias formidáveis!

Abraços.

Maria Oliveira disse...

Oi,vim conhecer seu Blog,amei e já estou super seguindo,parabêns por seu cantinho e muito sucesso aqui!

Te convido para conhecer meu Blog e se gostar e puder seguir também,será muito bem vinda,sinta-se em casa!

Ah,tem 2 sorteios rolando por lá,participa! :)

http://umamulherbemvestida.blogspot.com

Denise disse...

Tanto, em tão poucas palavras!

Lindo Ju, tua alma é linda!
Beijos, um ano maravilhoso pra ti, querida!